Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

sábado, 30 de janeiro de 2010

Lua Cheia - 30 de Janeiro 2010

Hoje celebramos mais uma vez a Vida ao ritmo da Natureza - desta vez por ocasião da Lua Cheia. Qualquer altura é boa para celebrações, mas no período da Lua Cheia sentimos com mais intensidade que a força da Natureza nos corra pelas veias.
A Lua, a Terra e o Sol encontram-se alinhados, de modo que o Sol ilumina por completo a face da Lua que está virada para a Terra. A Lua recebe, sem interferências, toda a Luz do Sol.... partilhando a Luz connosco, faz com que mesmo durante a noite conseguimos ver!
É uma altura boa para pensar no nosso equilíbrio espiritual.
Somos um espelho do Universo, o que há em cima há em baixo, como se costuma dizer.
E dentro de todos nós há uma Lua, uma parte que sabe receber, que entende as necessidades dos outros, porque sabe e sente que todos temos as mesmas necessidades a um ponto ou outro da nossa vida. Há um lado que sabe partilhar este entendimento intuitivo, olhando para o outro tal e qual como ele é. Aceitando que todos nós somos quem somos, com todos as qualidades e fraquezas inerentes, virados por vezes para a luz, por vezes para a sombra...podemos partilhar a Luz que nos ilumina, sabendo que há e haverá para todos. E assim, a Lua em nós, oferece ao Sol em nos, oportunidade mostrar o seu brilho!
Porque dentro de todos nós também há um Sol, esse parte que gosta de mostrar o que somos, de irradiar a força das ideias, de inspirar quem esteja por um momento na sombra. A parte que faz de nós, o centro do nosso próprio mundo... é a força através da qual toda a intuição da Lua é manifestada.
Convido-te de esticar as tuas mãos para a Lua Cheia, hoje à noite, e sentir como a força da Lua e do Sol se conjugam em ti!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...