Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Lua Cheia de Junho

Na próxima quarta-feira, 15 de Junho, celebramos a Lua Cheia (com eclipse lunar total!). A hora exacta da Lua Cheia é às 21.14h - ela nascerá aqui em Portugal já eclipsada, e se o tempo o permitir, vamos poder ver a Lua surgir da sombra da Terra.
O Sol encontra-se em Gémeos, e a Lua estará no signo de Sagitário.
Após a festa da Ressurreição (Páscoa, Lua em Carneiro), a festa da Iluminação (Wesak, Lua em Touro) temos agora a festa do Cristo na Terra com a Lua em Gémeos. A festa celebra a consciência de Cristo na Terra.  As celebrações católicas da Santíssima Trindade e Corpo de Deus acontecem no mesmo período, festas estas que sublinham igualmente a presença terrestre e física de Deus.

O signo de Gémeos faz sentir a sua influência em três áreas relativas às relações humanas:
Gémeos reina a educação; tem a ver com conhecimento e ciências, e constroi os fundamentos para a Sabedoria.
É nomeadamente nas áreas mentais que Gémeos aumenta a sua característica principal; a dualidade.
Isto é notável em três níveis:
O pensamento concreto - p.ex. a consciência da separação entre o eu e o outro, a consciência da própria personalidade;
O pensamento iluminado - p.ex. a transmissão de mensagens entre a Alma e o cérebro;
O pensamento abstracto, que liga a Alma com a Mente pura, e que revela o aspecto-vital

Ligando as dualidades e levá-las a uma síntese causa tensão, acções e reacções. Mas eventualmente é este o processo que leva a Humanidade a Despertar. O objectivo de todos os conflictos é a Harmonia!

Embora conhecida por nomes diferentes, a Festa em Gémeos constitui na sua essência a festa do Cristo - que representa a Humanidade na presença de Deus (Ele é chamado O Filho na Santíssima Trindade). É a celebração da Humanidade que procura a sua Unidade e compreensão da sua Divindade.
Por isso, é nesta altura que procuramos igualmente libertar o nosso medo do Poder da Luz, o nosso medo da Unidade - o nosso receio do Fogo. No fundo, do que temos mais medo, não é da nossa insuficiência ou de sermos pequenos.... o nosso medo é assumirmos a nossa Grandeza (citando Nelson Mandela).

No Solstício, 21 de Junho, haverá uma celebração ao nascer do Sol, para trabalharmos mais ainda esta última faceta.
Ser Divino significa assumir o poder da Luz. Mas Poder não é unicamente uma coisa boa e construtiva... lidar com o Poder traz consigo enfrentar as energias de controlo, de manipulação, de dominação - forças que entram em campo quando o Eu se sente separado do Todo e ambiciona o Poder a partir desta dualidade.

O nosso coração aberto, e o Amor que sentimos fluir nele, faz com que podemos olhar para as energias de manipulação e controlo, para os padrões largos e mais súbteis destas energias que percorrem a nossa vida e o nosso próprio comportamento. Sim, somos manipulados e manipulamos; tal como procuramos controlo e dominância enquanto em outras áreas somos controlados e dominados. Faz parte do nosso Caminho de volta para o Todo olhar sem preconceitos, sem julgamentos para o nosso comportamento - perdoar e libertar... e manifestar a nossa disponibilidade de Ser novamente. Aceitar a consciência de Cristo. Em todo o nosso esplendor Divino, manifestações de Deus na Terra...

Celebração da Lua Cheia:
15de Junho, 20.45h, Cromeleque dos Almendres, Guadalupe - Évora

Celebração do Solstício:
21 de Junho, 6.15h, Cromeleque dos Almendres, Guadalupe - Évora.

Estaremos reunidos num local sagrado. Solicita-se a quem quer participar, de trazer uma oferenda para o sítio: um pau de incenso, uma pedrinha, uma flor, água.... o que parece adequado para exprimir agradecimento.
A participação na cerimónia é por donativo.


   

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...