Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

domingo, 11 de setembro de 2011

Lua Cheia em Peixes, Sol em Virgem

Na segunda feira, dia 12 de Setembro, chega a hora da Lua Cheia de Setembro, às 10.27 de manhã. A Lua estará em Peixes (Pisces) e o Sol em Virgem (Virgo).
Virgem... a própria palavra é uma adaptação de um nome ou designação antiga para o conceito da Mãe. Alguns pensam que a origem da palavra Virgem (Virgo) remete para a era da Atlântida... No decorrer dos tempos, a Mãe do Mundo foi retratada de muitas formas e designada por muitos nomes: Isis, Lilith, Eva, Virgem Maria...a Mãe Terra nas suas várias aparências e facetas.
O símbolo para o signo de Virgem - a maneira como ela muitas vezes é retratada - é a mulher com uma espiga de trigo, um molho de cereais ou um ramo com fruta nos seus braços.
Ela simboliza uma parte da função a Mãe do Mundo, que alimenta a parte física e material da nossa existência... e que traz em si, de forma latente, o princípio masculino - é a mãe imaculada do Cristo, a Luz do Mundo.  É neste signo que a Consciência Divina se desenvolve, protegida pelo ambiente escuro, protegido, caloroso e tranquilo da barriga da mãe. É o signo de experiências profundas e de crises lentes e poderosas.

Uma actividade típica de Virgo é carregar o peso inerente à necessidade de crescimento e mudança. Com muita atenção para o pormenor, para a técnica, a saúde, a higiene, fazendo uma decomposição analítica de si próprio e dos outros, Virgo prepara-se para as faces negativas da crise. Mas se a crise for interpretada de maneira positiva, surge a oportunidade de renovar a própria "substância da consciência" - para poder definir um novo objectivo.

Virgo mostra que é preciso ter uma consciência clara de que nenhuma verdade é perfeita ou mesmo real, se não contêm em si o seu oposto... bem como tudo o que poderá existir entre os dois pólos.
Ela mostra que o Divino imaterial, evoca imediatamente uma reacção do aspecto material... em serviço ao Divino. A Virgem simboliza o princípio da Mãe Divina, a matéria, a guardiã da energia do Cristo. Virgem (Virgo) às vezes recebe o nome de "Deusa de dois caminhos" -  representando o Sagrado Feminino contendo em si o princípio do Sagrado Masculino. (ler mais)
Ela diz-nos: "Eu sou a Mãe e a Criança, eu sou Deus, eu sou Matéria".

Ela une Amor e Serviço como características inseparáveis da alma. É um signo disposto a servir o Grande Conjunto, que mostra a importância dos aspectos materiais da Vida para que o Divino possa nascer de dentro de nós. O Amor, a vontade de servir, a harmonia através do conflicto, exprimem-se através de Virgo. São forças que assistem o Ser Humano em tornar-se quem real e verdadeiramente É: Filho de Deus.

O signo em que a Lua se encontrará, oposto a Virgo, e com que é preciso chegar a um equilíbrio, é Peixes (Pisces). Último signo do Zodíaco, está ligado aos pés, ao trilhar o nosso trilho, ao chegar ao nosso objectivo. Ligado ao fim do ciclo, está ligado à morte nas suas várias interpretações. Um ciclo passou, é hora de renascer. Peixes é a dualidade, a intuição, a morte da personalidade e libertação da Alma da sua prisão material.....
Assim, a Lua em Peixes com o Sol em Virgem leva a uma meditação sobre o ciclo da mudança, da morte e do renascimento - nada mais do que um ciclo que testemunha a grandeza do desenho do Universo. Cada um de nós precisa de ir para dentro do nosso espaço espiritual sagrado, para levantar o véu e ver que verdades e segredos estão a nossa disposição - oferendas e bênçãos do Universo! Esta Lua Cheia podemos aproveitar e tirar um momento para entender quem somos, e onde realmente precisamos de estar. Um momento para sentir gratidão que estamos exactamente onde precisamos de estar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...