Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Sessão de sons: Enraizamento para ser Uno com a Terra

A data do 11 de Novembro iniciou um período de reflexão e consciencialização sobre a nossa missão na Terra.

Toda a energia cósmica converge para nos apoiar no nosso processo, quando aceitamos quem somos:  a consciência de fazer parte de um Corpo Maior, convida-nos para assumirmos quem SOMOS e por um lado, o que podemos significar uns para os outros, e  por outro lado, cada um e todos para a Terra. Um período de sentir não só a nossa tarefa individual, mas as consequências do facto que fazemos parte de uma forma de vida muito especial, o Ser Humano!
Somos uma forma de vida inteligente e sensível. E como tal, nós, Povo da Terra, somos almas livres, com o direito de ser livre, para viver vidas de escolha livre e de vontade livre, para desenvolver-nos, para poder funcionar como seres humanos espiritualmente vivos, acordados, despertados, conscientes, responsáveis e soberanos.
Mais do que nunca, é importante o enraizamento dos nossos sistemas e ligarmos, de corpo e alma, à Terra, sentir que fazemos parte dela como ela faz parte de nós, com a intenção de assumirmos a nossa responsabilidade, tanto em relação à nossa existência como em relação à Terra.

Para poder sentir o processo e o efeito do enraizamento vamos criar um ambiente energético e sonoro propício numa sessão de sons de grupo, com as Taças Tibetanas, Didgeridoos, Tambores e outros instrumentos acústicos.

17 de Novembro (5a feira)  das 19.30h as 21.00hLocal: Associação Oficina da Comunicação
Largo Dr. Mário Chicó, 7 Évora

Facilitadoras: Lucia Hulman e Rietske van Raay
Informações e inscrições aqui.
(uma real dificuldade financeira não é impedimento à participação. Fala connosco.)

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Trindade - a mensagem de 3 vezes 11

Como escrevi num poste anterior, encontramo-nos num tempo de escolhas fundamentais. Um tempo de tudo-ou-nada. Limpeza. Libertação. Reavaliação de normas e valores. Transformação. E acima de tudo: um auto-exame sincero, o que pode resultar numa entrega total - para que a nossa Alma mais profunda toma a direcção sobre a nossa personalidade e a nossa vida. Assim podemos ultrapassar a dúvida em relação a nós, voltar a acreditar nas nossas possibilidades e capacidades, e olhar a Vida com confiança.
Tem tudo a ver com o número 11, número a que está dedicado esta sexta-feira.
Na numerologia não há coincidências. Quando encontramos no nosso caminho certas combinações numéricas, quem quiser ver, pode receber uma indicação sobre momento, uma chamada de atenção para um assunto importante no aqui e agora.
O número 11 é o número do Mestre 11 que é Uno consigo próprio, a sua consciência unida com a sua Alma Divina.
Se encontramos o número 11 triplicado, uma mensagem mais profunda se revela.
É altura de receber a força do Mestre em nós, ao nível da nossa Trindade interior - Corpo, Mente e Alma.
A Trindade refere-se igualmente às forças interiores do masculino, feminino e neutro: Pai, Mãe e Criança.
Nesta trindade, o "homem" refere à capacidade de acção, a realização, a concretização das ideias na matéria: o corpo. A "mulher" refere  à capacidade de recepção, a intuição, a energia súbtil: a mente. A "criança" refere à capacidade de criação, crescimento e desenvolvimento; o Ser no seu estado puro; a alma.
O 11-11-11 indica que encontramo-nos num momento que potencia a re-união destes três aspectos. É um convite para Ser UNO,  em Harmonia, Respeito e Amor para com cada um dos aspectos!

Ser uno e inteiro significa aqui estabelecer uma ligação dos três aspectos, e sentir a presença dos três no coração, o centro da nossa existência.
O coração, onde sentimos o outro, onde está localizada a nossa empatia, a nossa compaixão, o nosso amor... aquele amor livre de apego, todo-abrangente.
O coração também é o lugar onde podemos sentir e verificar a qualidade dos nossos planos, da nossa criação. Podemos perguntar se estamos no bom caminho, se as nossas ideias e acções efectivamente são uma contribuição construtiva e positiva para a nossa vida beneficiando a todos: nós próprios, os outros, a natureza, a Terra.
O coração indica claramente se estamos no bom caminho: os pensamentos acerca de planos e criações que nascem da união connosco, (da ligação plena e harmoniosa entre corpo, mente e alma), traz calor ao ventre - sensação que vai subindo para trazer alegria ao coração. Com a respiração e a atenção mental, esta energia vibrante pode se espalhar, preenchendo a mente, abrindo caminho para o cérebro, onde a ideia se pode desenvolver, crescer, florescer...
Com este tipo de atenção, cada um é capaz de sentir se está no bom caminho, se aquilo que faz enriquecerá o Grande Conjunto - ou se está a alimentar o ego e prejudicar de facto o seu próprio destino.

Durante o período de Lua Cheia vamos focar assim no nosso SER completo e convidar os nossos sistemas para aceitar o Mestre em nós. É um processo de cura, de voltar a ser Uno em todas as facetas. Cada um tem a sua própria responsabilidade neste processo - cada um é Mestre.

Lua Cheia: Scorpio vs Taurus

Hoje,dia 10 de Novembro, o momento exacto da Lua Cheia será às 21.17h. A Lua estará em Touro, com o Sol em Escorpião.

A Meditação e Cerimónia da Lua Cheia será no último dia do período da influência da Lua Cheia - ou seja, amanhã,
dia 11 de Novembro de 2011, no Cromeleque dos Almendres, Guadalupe, Évora.

O signo do Escorpião trabalha no sentido de conseguir um ponto de viragem - tanto na vida pessoal como ao nível da Humanidade como um todo.
Vivemos tempos em que somos desafiados a sair de caminhos já trilhados, para desbravar terrenos desconhecidos: somos desafiados de permitir a nossa consciência de absorver as novas energias cósmicas da Era do Aquário. Ouve-se muito a aclamação "É altura  de Mudança!" - ao nível político, económico, social... mas no lugar onde está uma coisa não podes estar ao mesmo tempo algo diferente. Onde existe algo velho, não pode haver algo novo.
Escorpião tem o poder de provocar tudo que é velho, antigo, escondido; chamar a atenção da nossa consciência sobre as coisas arrumadas no armário da memória.... Tendências negativas e de vitimização; atitudes destrutivas ou de pretender ser algo que não se é, derrotismo e falta de auto-estima; enfim, tudo que está na nossa mente, etiquetado como "nada a fazer, sou assim" - tudo vem à baile do Escorpião para ser enfrentado, reconhecido, resolvido e superado.
A essência do Escorpião é a Vitória. Em escorpião aprendemos o que  significa estar expostos, servir como exemplo. É um desafio para reconhecer erros e fazer a escolha certa. A recompensa é que no final deste processo, encontraremos entre iguais, num grupo de pessoas com o mesmo nível de consciência - sem ser importante que nível é, porque não há lugar para comparações ou concorrências.

Nota bem que os testes e as transformações resultantes são sempre auto-induzidos! Num determinado momento, podemos estar descontentes com o rumo que a vida e as circunstâncias tomaram. A partir daí nasce um chamamento interior para limpar tudo que impede crescimento e expansão até à raíz, para poder usar a energia existente num modo de vida mais elevada, mais espiritual, mais certo.
Escorpião é por isso o signo das grandes vitórias - sobre nós, sobre o nosso passado, sobre as condicionantes... para sentir directamente, ao nível material, no dia a dia, o resultado do confronto connosco. Nasce uma nova relação entre a nossa personalidade e o mundo que nos rodeia.

No que diz respeito às emoções, os testes referem principalmente ao medo, ódio, ganância e ambição, ou sede de poder. No que diz respeito a nossa capacidade de raciocínio crítico, os testes põem a prova a arrogância, preconceitos antigos, separação e crueldade.


O signo oposto ao Escorpião é Touro e enquanto o escorpião tem como características o conflito, o teste, a chegada ao ponto de viragem e a re-orientação, o Touro orienta-se pela direcionamento para o crescimento da Luz interior.
Um tempo de tudo-ou-nada. Limpeza. Libertação. Reavaliação de normas e valores. Transformação. E acima de tudo: um auto-exame sincero, resultando numa entrega total para que a nossa Alma mais profunda toma a direcção sobre a nossa personalidade e a nossa vida. Assim podenmos ultrapassar a dúvida em relação a nós, voltar a acreditar nas nossas possibilidades e capacidades, e olhar a Vida com confiança.

Meditação e cerimónia da Lua Cheia
11-11-2011 (sexta-feira) às 18.00h
Cromeleque dos Almendres, Guadalupe, Évora

É costume trazer uma oferenda para o sítio: um pau de incenso, uma pedrinha, um pouco de água, uma flor... ou o que achar adequado para honrar o lugar e exprimir agradecimento.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Caminhando para 11-11-11

Hoje é um dia especial, como têm vindo a ser todos os dias, ultimamente. Muitos de nós notam energias diferentes, algo a acordar por dentro, mudanças no ar... estamos a caminho de uma data importante ao nível energético: o dia 11-11-11.

o nascer do Sol sobre a Terra - visto do espaço
Será um dia que dará oportunidade de entendimento e compreensão sobre quem somos e porque estamos aqui na Terra. Um dia para assumirmos a nossa missão, e de darmos as mãos uns aos outros.
11 é o número do Mestre, que é Uno consigo próprio, consciente da sua Alma Divina. O 11 triplicado indica um aprofundamento, um elevar dimensional.
Para os Mayas, 11 traz a energia da Libertação: quando a criação for realizada, surge a necessidade de libertar todas as opiniões e convicções acerca da forma que a criação tomou. A Criação pode assim gerar energias suficientes para uma nova forma nascer.
11 oferece a oportunidade de dissolver estruturas existentes e todos os elementos que travam o processo no seu desenvolvimento natural. Como em todos os processos vitais, chega o tempo em que o velho desaparece para que os processos de morte e desintegração tenham lugar, e para que a energia possa ser reciclada e renascer - oferecendo de novo a oportunidade que a Vida seja criada numa forma nova e esplêndida.

Desde há bastante tempo temos a noção que os tempos estão a mudar. O calendário Maya prevê como ponto alto da mudança o dia 21-12-12 ... um dia marcado pela energia do 3 - 3 - 3.
E desde há bastante tempo estamos a preparar-nos para que possa ter lugar uma mudança real, para que possa ser criado um novo Mundo, baseado na Paz. Estamos a sentir-nos, reconhecendo quem somos, tomar consciência das nossas forças. Estamos a encarar quem somos, na nossa Luz e nos nossos lados sombrios, para poder libertar padrões de comportamento e de (re)acções emocionais que trouxemos do passado. Dedicamos tempo e atenção à nossa libertação, para aprender viver e ser, no Aqui e Agora.
E dentro de cada um de nós, um "Stargate" está a ser activado, como entrada para uma nova realidade. Uma realidade que está simplesmente à espera de ser reconhecida, para que a Luz Universal possa ser levada para o nosso centro e um despertar colectivo possa ter lugar.
Um stargate, ou portal cósmico, é aquele lugar/momento na nossa consciência mais intima e pessoal, onde podemos transitar de uma dimensão para outra - de um nível de entendimento para outro.É um evento pessoal e interior, e o que pode acontecer ao passar um Stargate, é que o fluxo da Vida pode contactar com a Alma, e com a Consciência Colectiva. É a chave que abre a porta para a Memória Divina.....
Não será preciso deslocarmos para um lugar físico específico na Terra, para poder receber ou experimentar a passagem pelos portais do tempo e das dimensões. Cada pessoa terá a sua própria experiência única, que depende do nível de entendimento e do grau de pureza de cada um - pureza no sentido de limpeza do corpo emocional (ver mais)
Todos seremos afectados, e mais ainda os que se juntam num grupo. Em conjunto, os portais internos de todos formam um portal unificado, para podermos acender a uma consciência multi-dimensional.
Nos lugares sagrados da Terra, que oferecem em si já portais de contacto com o "outro-Mundo", a experiência é potenciada: no dia 11-11-11, inúmeras Almas humanas vão estar focadas na elevação da consciência. A energia gerada pelas mentes todas, amplificará ainda mais a nossa experiência directa. Todos empenhados em assumir a missão individual, todos unidos para o Bem Comum.

Ao mesmo tempo convém lembrar que para a Mãe Terra, é muito importante reunirmos nos locais sagrados. Podemos contribuir com a elevação  da nossa consciência, para a elevação da energia da Terra. A Terra está a passar pelo mesmo processo que cada um de nós passa: uma transição para uma nova era. Mostrar a nossa disponibilidade e estar presente, de corpo e alma, não só é benéfico para o nosso próprio crescimento. Quanto mais pessoas se juntam, à volta do planeta, mais energia de Paz e Harmonia será gerada...um apoio para a Terra como um todo para os tempos que se aproximam - avistam-se ainda tempos de grande aflição, de medos e de insegurança, enquanto a mudança se desenrola.

Como já referi, estamos todos já a ser preparados. A passagem pelos eclipses de Verão mexeu com as nossas energias de forma brusca e intensa. Temos estado a falar muito acerca da libertação de padrões kármicos. Começamos a sentir o efeito desta libertação, no sentido de começar a entender que não  mais estamos limitados pelos fios emocionais e de apego que nos ligaram a pessoas, locais e eventos. Fios e ligações que antes nos definiram e limitaram. Somos agora capazes e preparados para viver UNIDOS, em Oneness. Somos capaz de entender emocional e mentalmente o que significa libertação, o que significa ligar de novo à nossa Fonte de Força Interior.
Agora conseguimos observar esta liberdade em nós e nas nossas relações pessoais: quando encaramos questões antigas, situações em que feridas antigas costumavam perturbar e doer... mas agora as mesmas situações dão a sensação que estamos fortalecidos. Fortalecidos no sentido que agora somos capaz de ver e compreender o sentido da dinâmica nas nossas relações. Sentimo-nos mais fortes quando somos capaz de apreciar os ensinamentos recebidos dos nossos próximos, quando respondemos às lições que realmente dizem respeito a nós, e quando desprendemos do sentimento de responsabilidade para com o que não é nosso.

11 -11 - 11 é uma data em que podemos tomar consciência que podemos ser autónomos, responsáveis, mestres da nossa vida. Todas as teias emocionais que estavam a ser projectadas sobre nós, e que projectamos sobre outros, tornam-se agora muito claras e podem ser limpas, desviadas, erradicadas.  E surgirá uma nova imagem da Vida: uma existência de independência, auto-sustentabilidade, liberdade.... Sem os véus emocionais, vamos poder encontrar forças e talentos que não imaginámos que existiam em nós.Vamos poder ver quem SOMOS, lembrar toda a sabedoria dos antigos a que novamente teremos acesso....Vamos poder partilhar a Luz que retomámos, com quem precisa, ensinar através do nosso exemplo, dos nossos actos, servir o Conjunto com o Amor que flui nas nossas células, nos nossos corpos.....

11 - 11 - 11 coincida com a Lua Cheia de Novembro, em que o Sol estará em Escorpião e a Lua em Touro. A chave para a meditação será: "Sou guerreiro e surgirei da batalha em vitória." Sinais de um período de transição, de mudança e reorientação... mais perto da data haverá informação mais detalhada.

Celebramos a data e a Lua com uma Cerimónia e Meditação da Lua Cheia,
na sexta-feira, dia 11 de Novembro de 2011
no Cromeleque dos Almendres, em Guadalupe, Évora.
Início: 18.00h

Estão todos convidados. Se conhecerem pessoas que podem estar interessadas em participar, por favor, re-encaminha a mensagem!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...