Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Inspiração diária

A meditação é uma ferramenta importante em qualquer caminho de auto-conhecimento. Todos os roteiros traçados para levar à consciência do Ser, abraçam uma forma de conciência do Aqui e Agora... e esse estado da conciência é a essência da meditação. Ponte de partida para a meditação, e início do nosso caminho, é a respiração. Focando a atenção no processo da respiração, podemos sentir-nos a nós, vivendo, respirando... em união com o Todo que É - é aí que encontramos a iluminação!

(fonte)
Lembramos as palavras de Rumi:
I belong to the beloved,  have seen the two worlds as one and that one call to and know,
first, last, outer, inner, only that breath breathing... human being.

Na meditação exploramos o processo da respiração em vários níveis. Iniciamos a meditação na dimensão mais densa do nosso Ser: o corpo. A respiração é um guia para a nossa mente poder focar-se no nosso corpo e o seu funcionamento. É um ponto onde a atenção pode repousar, iniciando um estado de observação sem julgamento. Simplesmente sentindo no corpo o que acontece.

Uma vez chegado ao estado de observação sem julgamento, a mente pode aperceber-se do fluxo contínuo da vida: o que é indicado com um só nome (respiração) é de facto um processo complexo de mudança contínua. A inspiração torna-se expiração, a expiração torna-se inspiração. O corpo está em movimento, as células recebem o combustível  necessário para poder funcionar... o sangue percorre o corpo, limpando os restos da combustão para o corpo poder receber novo input... um pulsar lento, suave, o ritmo da vida. Como ondas do mar.
Tudo muda, tudo que aparece transforma-se, muda, segue para dar espaço ao novo ciclo.

Na aceitação da mudança contínua, dispomos da ferramenta ideal para desapegarmos dos pensamentos e das emoções que impedem a nossa harmonia interior. Aceitando que a essência da vida é a mudança, podemos entregar-nos e observar, igualmente sem julgamento, o ir-e-vir dos pensamentos, das sensações, das emoções. Não vale a pena agarrar-nos, mais vale apreciar o que se passa no momento, porque nada ficará igual ao que estava.

A respiração é, em si, um processo de transformação. Se isso já acontece quando a mente observe o corpo, imagina só o poder de transformação a que temos acesso quando começamos a integrar mente e corpo.
O processo de transformação assim iniciado vai abrir caminho para um processo espiritual - ou seja, vai abrir corpo e mente (ambos atributos ligados à nossa presença humana) para que a Alma que somos, se vai integrando no Corpo e na Mente que temos, para que se exprime através destes.

Graças a muito trabalho e a experiêncas dos nossos antepassados, temos hoje em dia acesso a um sem-fim de técnicas de respiração que permitem reconhecer, explorar e trabalhar a nossa relação energética connosco e com o mundo  à nossa volta. Podemos inspirar energia, expirar energia, guiar a energia para certos pontos do corpo, envolver-nos em energia... Limpeza e cura dos nossos sistemas físicos, do mais denso até ao mais súbtil; limpar ligações emocionais, re-estabelecer a harmonia interna.
A conciência cada vez mais apurada de que estamos intimamente ligados a tudo, pode levar-nos a uma mudança importante na nossa maneira de ver o nosso lugar e a nossa missão. Em vez de trabalhar para o nosso bem-estar para, a partir daí, podermos  uma contribuição para a harmonia da Criação, surge a realização profunda de que o nosso bem-estar só será completo quando houver harmonia na Criação...e passamos a trabalhar para o Bem do Conjunto, sabendo que revertará para o nosso próprio bem-estar

Nisso, a nossa atenção plena é fulcral - não só para a tomada de consciência do que se passa, mas igualmente para criar as condições necessárias para uma transformação pura, que contribui para a nossa intenção inicial: encontrar quem Somos, no Aqui-e-Agora, em União connosco e  com a Criação.
Cada vez que respiras, a Vida acontece em ti. Cada vez que respiras, tens oportunidade de assumir quem És. Tu És a Vida.




Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...