Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Co-criação: para um Mundo harmonioso

Todas as pessoas são iguais, pelo menos num aspecto. Todos procuramos escapar ao sofrimento e viver em felicidade.
Nas últimas décadas, ao fazer a entrada na Era de Aquário, começou a ficar claro o que as filosofias orientais já ensinam desde há muito: todos temos o direito de viver em felicidade,e para isso, fazer o nosso caminho individual.

 Ao mesmo tempo, tornou-se cada vez mais clara que tanto a solução para o sofrimento como o caminho para a felicidade, se encontram não só dentro de cada um como também naquilo que podemos viver em conjunto com o outro. 
A matéria, durante séculos elogiada como fonte de felicidade (porque podia libertar o Homem do sofrimento associado à luta pela sobrevivência física!) transformou-se ela própria numa fonte de sofrimento, de desigualdade e de escravatura. O estado actual, em que a crise financeira desencadeou uma crise social e política, sublinha a necessidade da procura de outras fontes de felicidade e outras vias de libertação.

A procura de uma saída do sofrimento é antigo. A via da compaixão foi anunciada por Mestres de muitas tradições. A parte da mensagem destes Mestres que aqui gostaria de realçar, é que é através do amor e bondade para com o outro, que conseguimos a nossa plena realização como Ser Humano. Dentro do nosso coração, podemos descobrir a nossa verdadeira natureza. Na nossa essência somos o Amor Divino, o Amor e Bondade. Somos o Buda em potência (ver também este post).
Tradicionalmente pensou-se que era preciso caminhar um caminho longo antes de termos acesso a quem realmente Somos. Felizes e tranquilos. Vivendo a plena realização, no Aqui e Agora.
Complicado? Não tanto quanto parece!

(Devo chamar aqui atenção para a importância de estarmos conscientes do que se passa com o nosso corpo emocional. O acesso a quem Somos passa pela disponibilidade que temos para mudarmos, para curar o nosso corpo emocional, para desapegar dos hábitos que nos colam ao corpo como se fosse uma segunda pele. E isso pode não ser tão fácil, principalmente quando ainda confundimos o Ego com o Eu.....(pode ver sobre o tema os posts sobre a cura do corpo emocional ou a limpeza do karma).

Na base dos ensinamentos, está a noção que tudo que existe, é uno. Disso há cada vez mais consciência, bem como prova científica. Tudo que existe é energia, e tudo está ligado entre si. Há uma interdependência entre a matéria, os seres, entre tudo que foi criado a partir de outra coisa. E há uma teia de ligações - kármicas, físicas, emocionais - entre os seres humanos.
Somos Seres Humanos. Entre as formas de vida sencientes, a forma humana é vista como a mais preciosa. Somos capazes de sentir, tanto o prazer como a dor. Além disso, temos consciência e capacidade de tomar decisões, de escolher entre a felicidade e o sofrimento. Assim, dispomos de ferramentas preciosas para poder evoluir, em termos espirituais. É uma dádiva sem igual, porque a capacidade de escolha, permite-nos criar o nosso mundo, bem como as condições em que vivemos.

Os místicos e mestres ensinam-nos que é a nossa mente iluda-nos e faz-nos crer que vivemos separados dos outros. Criou uma imagem em que existe um "eu" e, separados deste eu, "os outros". A mente perpetua a ilusão por receio, pelos medos que de facto foram criados pela própria ilusão de separação. Medos de ficar sozinho, de não ser reconhecido, de ser atacado ou sugado, medo de sofrimento.
No entanto, a sensação de pertença e o sentimento profundo de União estão ao nosso alcance, desde que estamos dispostos a ir além dos padrões habituais dos pensamentos e reacções emocionais. Desde que estamos dispostos a aceitar e viver a verdade que somos UM com toda a criação.

Para cada um de nós a União com o grande Conjunto é essencial ao nível espiritual e pessoal. Mas para a Terra é vital que passamos a viver em União: um mundo criado na base da experiência da União, é pacífico, sustentável, saudável, e conhece a prosperidade: é um mundo que funciona para Todos.

Assim, é de importância vital que fazemos da União uma realidade.
Quando começamos a criar esta realidade, a intenção colectiva dá uma força incrível. É criado um Egrégora, a partir da mente colectiva. (Tema aprofundado neste post)

Como funciona até é muito simples!

Imagine a qualidade e riqueza de sua vida. Imagine como é este mundo diferente, que podemos criar.
Imagine um mundo onde todos se sintam bem-vindos e queridos ...
Imagine um mundo onde todos sabem, no fundo de seus corações, que fazem parte ...
Imagine um mundo onde todos nós reconhecemos que somos parte de uma família global ...
 
Onde há respeito, responsabilidade, liberdade, reconhecimento ...
Onde cada um é visto e reconhecido tal como é, em toda a sua potencialidade humana ...

Parece um sonho, mas não é.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...