Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Lua Cheia em Gémeos, Sol em Sagitário : Cerimónia de Fogo

No prelúdio para o Solstício do Inverno, o dia 28 de Novembro vai nos trazer um eclipse da Lua Cheia.

Qualquer tipo de eclipse é um transito de grande impacto e poder de influência. Em função da carta astrológica de cada um, há uma influência directa que nos impulsiona para avançar porque ela alimenta a consciência que a nossa sobrevivência depende da nossa capacidade de crescer. Mesmo quando não sentimos o efeito directamente, a essência da energia do eclipse atravessa as nossas acções e os pensamentos.
A Lua Cheia do mês de Novembro, com o Sol em Sagitário, aparece em Gémeos, e a sua mensagem é cristalina: Nas sombras dos nossos segredos encontra-se a resposta que precisamos para ultrapassar os tempos bons e maus que temos à nossa frente.
Nas sombras dos nossos segredos, estão os nossos preconceitos, medos, mágoas e dúvidas - as facetas que nos impedem de avançar com coragem para o desconhecido, à procura da Luz e as respostas ao fim do túnel da vida.

O signo de Sagitário, o cavalo/arqueiro, traz à Humanidade a energia e a força que apoia a evolução da nossa Alma, no sentido que possibilita o direccionamento dos nossos pensamentos, desejos e ambições para um objectivo fundamental: a União com o Universo.
Um período de paixão e idealismo!
Nestes tempos que correm  há consciência que aproximamos o fim de um ciclo. Aproximamos o fim de uma Era, e o momento de viragem coincidirá com os dias mais curtos do ano.
É a época em que a natureza por seu lado, lembra que pertencemos à Terra - a fonte que nos alimenta e que mantém a vida, renovando e revitalizando ciclicamente a energia que percorre tudo que É. Cada vez mais profunda fica também a realização da necessidade de manter pura essa fonte que nos alimenta e sustenta!
O mesmo é o caso  com os nossos pensamentos, ideias, comportamentos, que formam a base da nossa experiência da Vida. É de grande importância procurar e manter a nossa integridade, a nossa essência, e asegurar que os nossos medos, mágoas e dúvidas não escurecem a Fonte em nós.
Quando sentimos paixão para uma causa, existe a disponibilidade de mudar o comportamento para poder atingir o objectivo. A força que nos assiste é a vontade de pôr de lado as falhas e as desilusões.
A Lua em Gémeos pede para exprimir e exteriorizar o que está escondido nas sombras. O eclipse da Lua Cheia abre uma janela para ver a resposta nas sombras dos nossos segredos. A resposta é olhar de frente os nossos medos, as nossas mágoas, as nossas dúvidas - e a solução aparecerá.
Gémeos pede para resolver a dualidade e a luta interior - entre quem somos e quem aparecemos ser; entre a mulher interior e o homem interior; entre o desejo e o medo de nos unir com os outros.

Durante o período da Lua Cheia, o nosso ser está mais aberto para receber informação dos nossos guias espirituais. É um tempo emocional: facilmente surgem as feridas que necessitam cura, como também pode surgir com clareza o caminho para seguir, quais as emoções que pedem para ser exprimidas, quais as tensões que precisam ser libertas.

Por todas as razões acima, propomos para a Cerimónia da Lua Cheia, uma cerimónia de fogo.
Na cerimónia será dedicado um momento específico para a transformação dos segredos que repousam nas nossas sombras. Convido a quem quiser participar, para escrever num papel os aspectos que está decidido de se libertar, e dos quais está pronto a desapegar.
As intenções podem incluir questões físicas, feridas emocionais, medos, dúvidas, assuntos não-perdoados, culpas, auto-julgamento... 
O Fogo transformará e libertará para o Universo a intenção e iluminará o caminho para a solução.

Celebração e Meditação da Lua Cheia
Local: Cromeleque dos Almendres, Guadalupe, Évora
Data: 28 de Novembro (quarta-feira)
Início: 18.00h.
Para a cerimónia no Cromeleque, é costume trazer uma oferenda em agradecimento ao sítio: um pau de incenso, um pouco de água, uma pedrinha, uma flor, ou o que achar adequado para exprimir a gratidão. Participação na cerimónia por donativo.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...