Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

domingo, 27 de maio de 2012

Pentecostes

No domingo 27 de Maio de 2012 celebramos Pentecostes - uma festa cristã, em que é lembrado que o Espírito Santo desceu sobre as pessoas.
Não é a festa religiosa mais conhecida... mas nos países com tradição protestante, a festa é de tal maneira importante que tem dois feriados seguidos - o Domingo de Pentecostes propriamente dito, mais a segunda feira a seguir.

O nome Pentecostes tem a sua origem numa palavra grega, "Pentekoste", que significa quinquagésimo. É o quinquagésimo dia após a Páscoa, e  o último dia da temporada de Páscoa. Pentecostes celebra que o Espírito Santo desceu sobre os apóstolos. Podemos encontrar o episódio descrito no Novo Testamento. No primeiro Pentecostes, os crentes estavam reunidos numa casa. Julgavam que estavam ouvir o som de uma tempestade e viram chamas espalharem-se por cima das cabeças dos outros. Os crentes sabiam naquele momento que Deus lhes tinha enviado o Espírito Santo, tal como Jesus já tinha prometido, para dar às pessoas fé no seu coração. De repente, as pessoas podiam falar em línguas estranhas sabiam contar a todos sobre as grandes obras de Deus e seu Filho.

 No imaginário religioso (cristão) o Espírito Santo associa-se a uma pomba, juntando em si os conceitos da liberdade, do ar, das asas que seguram o ser enquanto voa. Alias, em todas as tradições, o Espírito está equiparado ao ar ou ao vento.

A nossa palavra "espírito" é derivada do latim spiritus, que significa respiração. Para os gregos, o Espírito é conhecido como Pneuma, um termo que também significa respiração. A palavra hebraica Ruah é sinônimo de vento. Yahweh é derivada da raiz HWY, o que significa também vento.

A consistência nesses termos diferentes não é coincidência.. É o resultado da intuição do Inconsciente, que nos comunica que conhecer o Espírito é conhecer o sopro de Deus. No Novo Testamento encontramos:

O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito." João 3:8

As palavras do João fazem lembrar a sabedoria dos nativos Norte-Americanos: 
Tudo partilha a mesma respiração - o animal, a árvore, o homem, o ar partilha o seu espírito com toda a vida que apoia. (Chief Seattle)
All things share the same breath - the beast, the tree,  the man, the air shares its spirit with all the life it supports.
(Chief Seattle)


Ou ainda a oração de Chief YellowHawk:
Ó grande Espírito, cuja voz oiço nos ventos, e cuja respiração dá vida a todo o mundo, ouve-me a mim que venho a ti, um dos teus filhos.
O Great Spirit, Whose voice I hear in the winds,
and whose breath gives life to all the world,
hear me, I come before you, one of your children.

 
Na Índia, essa respiração é conhecido como Brahmachaitanya, o Sopro de Deus. Na tradição do Vedanta, o Upanishad prasana (comentado por Shankaracharia) declara: "no coração reside o Atman, o Eu. É o centro de uma centena de canais .... nesses se move ... a respiração ".

Ainda na Índia, o Espírito também é associado ao prana, um termo que, em sânscrito, significa respiração.  Uma das mais antigas escrituras em sânscrito, o Atharva Veda, afirma que "todo aquele ser, impulsionado pelo sopro da vida, vai renascer".


Hoje celebramos que o Grande Espírito desceu para dar vida, também ao Homem. É um convite para sentir a respiração, sentir que na respiração se move a essência da vida. 
Perante o Grande Espírito somos todos iguais, e o sopro da vida existe em cada um de nós. A nossa consciência que o Espírito se manifesta em nós, torna-nos iguais a todos os outros. 
Respirando com a consciência, podemos libertar-nos dos medos, de constrangimentos que têm a sua origem em manipulação, dependência, controlo. Respirando podemos voltar a Viver, Aqui e Agora.

"I don't fear to any man, I depend of the Great Spirit."
Kondiaronk, Huron

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Eclipse Solar

No dia 20 de maio de 2012, pela primeira vez em 26.000 anos, o Sol e a Lua vão estar alinhados com a Terra e a constelação responsável pela nossa evolução espiritual e ascensão, as Plêiades. Haverá um alinhamento com a estrela central da constelação das Plêiades, Alcyone - a estrela central da nossa galáxia.Os povos antigos deixaram vestígios do seu conhecimento acerca dos alinhamentos, e da importância que atribuíram às Plêiades.Diz-se que a Pirâmide do Sol, perto da Cidade do México, em Teotihuacan está alinhada com as Plêiades, porque a sua face oeste e muitas das ruas envolventes, foram alinhadas directamente com o ponto de fixação das Plêiades na meia-noite da noite, quando este está no seu ponto mais alto.  

As Plêiades também foram reverenciadas pelos Maias. Este povo sabia, que na área de Chichen Itza o Sol lança uma sombra em forma de cobra no lado da escadaria norte da pirâmide Kukulcan durante o equinócio da primavera. Alguns estudiosos calcularam que cerca de 60 dias após o aparecimento desta sombra, quando o sol atinge o seu auge sobre a Pirâmide ao meio-dia (20 maio - 23 maio), há um outro alinhamento directo com as Plêiades. Este alinhamento entre Plêiades e o Sol pode ter uma conexão direta com a Quetzalcoatl, a serpente emplumada que veio trazer uma sabedoria maior para o planeta (uma das profecias Maia para 2012 é que hão-de chegar à Terra seres com mais conhecimento e mais sabedoria...)

Os antigos egípcios também destacaram as Plêiades, identificando a constelação como uma deusa, provavelmente Neith, a "mãe divina", ou Hathor, que assumiu a forma de uma vaca (e que trazia as sementes de vida). Estudiosos que trabalharam no Egipto nos últimos doze anos encontraram textos nos pirámides que sugerem que os egípcios reverenciavam as Plêiades como um sistema divino de ordem maior, especialmente Alcyone, a estrela mais brilhante da constelação.


As Plêiades são uma visão bem conhecida no Hemisfério Norte durante o inverno e no hemisfério sul durante o verão, e já são conhecidas desde os tempos antigos e em culturas em todo o mundo.  

Há histórias do povo Dakota (América do Norte) que falam dos antepassados ​​como sendo as Plêiades. Os Hopis chamam às estrelas pleiadianas 'Chuhukon', ou seja, aqueles que se unem. Os Hopi consideravam-se descendentes directos dos pleiadianos. Os Navajos chamaram às Plêiades os Sois Cintilantes, a casa do 'Deus Negro'. The Iroquois rezam a elas, como símbolos da felicidade. Os Cree dizem ter vindo à Terra das estrelas, em forma de espírito, para depois tomar uma forma física. Alguns nativos americanos acreditavam que todas as tribos da América do Norte vieram das Plêiades. Que eles eram realmente descendentes e que ao ser humano tinha sido dada a tarefa de manter a Terra em segurança.

Há bastantes profecias acerca do eclipse solar de 20 de Maio. Entre estas, a de Nostradamos, que prevê um terramoto maior, e a dos Maias, que prevê o regresso da Cobra-Jaguar e a vinda de seres com mais sabedoria e conhecimentos... 
Certo é que será um momento com um impacto energético importante. Será um dia de concentrarmos no nosso Sol interior, deixar brilhar a nossa Luz, e alinhar o nosso Sol com a Lua, o Sol e o Sol central da galáxia, nas Plêiades. Um dia de pôr os pés na Terra e sentir quem Somos - aqui e agora.


(fonte: Niburu.nl)

Tempestades Solares

Estamos a passar um período de turbulências. Muitas mudanças têm lugar, e às vezes é difícil distinguir se as sensações que estamos a sentir são um sinal de mudança interior, ou algo que acontece fora de nós. No post anterior (ver aqui) já se mencionaram algumas das actuais influências vindo do Universo para a Terra. Mas além do eclipse solar e do trânsito de Vénus, há as notícias sobre as tempestadas solares. No dia 17 de Maio, foi observada uma tempestada solar, cujos efeitos chegam à Terra durante o dia 18 e 19 de Maio. (fonte) Uma onda electromagnética mais intensa do que habitual passa pela terra.

"artist's impression" - fonte: NASA

Simplificando, podemos dizer que uma tempestade solar envia mais Luz para a Terra. E a Terra bem precisa de alguma Luz extra, com tudo que ela tem para aguentar actualmente! Todos que se encontram na Terra, recebem energia extra - e as tempestades solares têm efectivamente um impacto sobre o nosso funcionamento.
Seria fácil demais dizer que o impacto é disruptivo - mesmo considerando que as telecomunicações podem ser afectadas. O que vem é uma onda electromagnetica diferente do que estamos habituados; é importante ficar focados em quem Somos, centrados na nossa própria energia, e ligados à Terra, enraizados. A nossa estabilidade depende principalmente da nossa capacidade de sermos flexíveis, como uma planta de bambu: bem enraizada, mas flexível!

Talvez há quem tenha tido, as últimas semanas, sensações de tristezas, insegurança, dores físicas ou emocionais, irritações... sensações de que não se encontra uma razão aparente. Pode ser que estes sintomas estão ligados ao processo colectivo que está a correr na Terra no seu conjunto.
Podemos compreender melhor a nossa situação, fazendo perguntas. Existem técnicas simples, como por exemplo, o uso do pêndulo. Se não gostar do pêndulo, o método "touch for health" pode ser uma alternativa. Ou podemos pedir apoio a alguém que tem a confiança do nosso coração.
O que é importante é obter entendimento sobre o que se passa na nossa vida - independentemente do método para aí chegar.

Uma boa pergunta para começar podia ser:
" .... (identificando, p.ex, a dor ou o sentimento)..., o que sinto agora, pertence me a mim pessoalmente?"
Se aguardamos com uma atitude neutra, sem expectativas, recebemos uma resposta de dentro de nós.

Com esta resposta, podemos depois trabalhar para sentirmos melhor!
Como exprimimos, perante nós próprios, a nossa consciência de que não estamos bem, estabelecemos um ponto de viragem, um momento em que podemos também dizer: "é o meu direito de voltar a estar bem - e chamo a mim a responsabilidade sobre o meu espaço energético." Podemos entrar em acção...


Uma acção simples e eficaz para voltar a estar bem no nosso espaço energético, é o seguinte exercício:

Sentado, começamos a tomar consciência da nossa presença, o nosso corpo, a nossa posição. Descontraímos, respirando com toda a atenção, tranquilamente e até ao fundo do corpo. Em seguida, levamos a  atenção para o coração, sentindo o seu lugar, o seu batimento, a sua presença.
Respirando profundo e tranquilamente, começamos agora a inspirar a energia do nosso Ser Divino, soberano e livre. Esta energia começa a fluir para dentro do corpo, preenchendo o espaço todo.
Expirando, o fluxo da respiração leva para fora do corpo tudo o que é diferente do que a energia da nossa Alma. Empurramos  para fora, com força suave e com Amor. Oferecemos tudo que é diferente à Luz, com o desejo que seja transformado em Amor Puro e para o Bem de Tudo que É, incluindo o nosso.
O corpo e a mente voltam, gradualmente, à sua própria tranquilidade e paz.
Concluimos o exercício, confirmando quem Somos, o que podemos fazer chamando nos pelo nome: Eu Sou (nome)... e sentindo o efeito tranquilizador sobre o corpo quando o nosso Ser recebe o reconhecimento da nossa Consciência.


Assim, podemos voltar a SER o canal livre através do qual a Luz possa fluir para a Terra. Assim, a dose extra de força solar, pode fluir com Amor para a Terra, para beneficiar a tudo e todos, incluindo a nós.
Assim, podemos estar de mãos dados, livres, na nossa Luz e na Luz do Amor Universal que flui para o Bem Comum.




quarta-feira, 2 de maio de 2012

As energias intensas de Maio e a responsabilidade de cada um

A energia que estamos a experimentar os últimos meses é forte, com os acontecimentos carregando-se de uma intensidade pouco usual. Os encontros e confrontos com o mundo que nos rodeia parecem ter um impacto profundo, como se fossem testes a nossa integridade e à capacidade de manter o equilíbrio.
Deste modo, é oferecido um leque de oportunidades para assumirmos simplesmente quem somos, e agir a partir daí. São todas oportunidades para mostrar quem Somos. Mostrar que somos responsáveis pelos nossos pensamentos, as nossas palavras e as nossas acções.
Ao mesmo tempo, é requerido que o corpo, ao nível físico, mental e emocional, se purifica para que a nossa verdadeira natureza possa emergir em todas as camadas, da mais densa à mais súbtil. Tudo que ficou até agora na sombra, sem ser visto, sem receber atenção, sem ser digerido e vivido, pode ser encarado agora. Encarado, reconhecido, e daí, liberto.

No dia 20 de Maio, a partir das 21h, terá lugar um eclipse solar anular  (não será visível a partir de Portugal - o vídeo aqui ao lado dá uma ideia do movimento do Sol e da Lua na noite do dia 20). O eclipse solar estimula com a sua energia específica, o Ser para emanar a sua propria Luz, que nasce no seu interior. O eclipse pode ser um momento de apoio para sentir aonde se encontram escondidos os medos íntimos, os bloqueios, os padrões subjacentes, que pedem a tua Luz interior.

A energia do eclipse do dia 20 forma em si uma preparação para o dia 6 de Junho, quando Vénus passará por entre a Terra e o Sol. (Leia mais sobre o transit de venus: http://www.transitofvenus.org/)

Venus brilha mais forte do que as estrelas no firmamento
A energia de Vénus representa o Amor na sua forma Pura. Vénus estará em frente do Sol o que fará com que a Força Solar iluminará em cheio a energia do Amor em estado Puro, enviando este para a Terra e para tudo e todos que se encontram dentro, sobre ou à volta da Terra.

 O nosso Sol está ligado directamente, num alinhamento puro, com a energia do Sol Central, também chamado o Coração da Fonte. A energia do Sol Central concede uma dimensão extra, porque a Força que pode ser recebida e ratificada, é a energia do Cristo.
A energia do Cristo representa a harmonia e o equilíbrio interior, e a unificação da Trindade interior: o masculino, o feminino, a criança interior.
A energia do Cristo oferece a todos e tudo, a oportunidade de lidar com respeito com estas três formas interiores. Cada uma destas formas está em interdependência com as outras, e só possam ser completas quando integradas. Tratando a si próprio com Amor e Bondade e a cada uma das três formas interiores com respeito, uma Trindade nasce... a partir da qual irradia e flui a Luz, para todos os Seres e em benefício de todos, incluindo do próprio.

 Desejo que todos possamos permitir que o Amor Puro e a Luz entram nos nossos sistemas. Que possamos reconhecer-nos como os Seres de Luz e Amor que originalmente somos, e que podemos nos permitir, e ter a coragem de sermos iguais a nós próprios.

Junto uma oração que pode servir de apoio para o processo de limpeza profunda que estamos a passar. As palavras são escolhidas para nomear e identificar factores de perturbação. Cada um é livre de sentir o que faz sentido, e de escolher o melhor para si. Cada um de nós é dono do seu karma: não só somos livres de fazer o que sentimos que devemos, também somos responsáveis para a nossa própria energia, a nossa saúde, a nossa integridade. Cada um de nós é a Luz e dispõe da autoridade/ força para decidir o que acontece no seu espaço - o nosso corpo!

****************************************************

É altura para cada um lembrar que É Luz.
Cada um, e Tudo, é UM com o Deus~Deusa, energia de Luz e Amor
É convidado para assumir sua própria autoridade e SER na sua essência de Luz Pura

"Com a Autoridade das Forças Universais da Luz, Liberto e solto:

todos os acordos que são diferentes do que de acordo com o plano Divino,
em todos os níveis - consciente, subconsciente e supra-consciente,
através de todas as camadas, do tempo e do espaço,

e com a a Autoridade do Poder Universal da Luz
ordeno
a tudo que age de modo diferente do que o Plano Divino em todo o meu ser e minha vida, 
incluindo:
  • todos que influenciam directa ou indirectamente, que têm influenciado ou planeiam de qualquer maneira influenciar, e todos aqueles que se protegem contra esta ordem, que se desviam ou interferem com ela;
  • todos os seres, seres parasitas, parasitas psíquicos, entidades associadas a drogas ou medicamentos, formas-pensamento, os mecanismos psíquicos, implantes psíquicos, cordas, maldições, feitiços, encantamentos, robôs psíquicos, limitadores, qualquer forma de magia negra, influências psicotrônicos , mal cósmico, estimulação ou evocação do karma prejudicial do meu passado,
  • tudo o que parece ser a luz, mas que age de maneira diferente do que puramente da Luz,
  • a intensificação dos meus problemas, que são diferentes do Plano Divin
  • linhas de controle, programação subliminar e supra-liminar, intenções, vibração, padrões, forças, energia
  • qualquer das alternativas acima, que está disfarçada do meu ser,
  • qualquer das alternativas acima, integrada com o meu ser, mas agindo de maneira diferente do que puramente em linha com o plano divino
  • qualquer das alternativas acima, que vem, veio ou virá para mim, através de outras pessoas, outros seres ou outros objectos; ou o que vem, veio, ou virá a partir de outras pessoas ou acontecimentos na minha vida
  • qualquer das alternativas acima, programada para ser activada no futuro, e tudo o mais que seja desalinhado com o plano divino, a qualquer e/ou todos os níveis de existência, conhecidos, desconhecidos ou sem nome;
 A todos os itens acima ordeno - e dedico-os à Fonte de Luz e Amor em benefício de todos e cada um, a fim de se soltarem e libertarem de mim, e de todos os seres e todas as formas da matéria - :

Retorna para a fonte de Tudo que É! de acordo com o bem mais elevado, para a partir daí seguir para o nível da Alma Espiritual, a Luz Cósmica Divina, transformando-se conforme a sua própria origem e Luz, para que todos e tudo possam encontrar o seu PRÓPRIO caminho de volta para a União!
Agora, e de forma constante, para sempre! A partir de agora para frente!
É assim, é assim, é assim. Agora!
Está feito, está feito, está feito. Agora!"


**********************************************

Não se esqueça de repetir semanalmente o acima descrito. Estabelece um dia por semana, como p.ex. a primeira coisa a fazer no domingo de manhã, ou ao deitar. As Forças Universais da Luz hão-de se juntar na sua intenção. É bom reservar tempo semanalmente para mostrar às Forças da Luz o que quer, o que escolha e que deseja protecção e purificação. Elas seguem a sua livre vontade e escolha.
Repetindo semanalmente, a energia da Luz é impulsionada, de modo semelhante a como se faz com um moinho de oração tibetana.



terça-feira, 1 de maio de 2012

Wesak - Sol em Touro, Lua Cheia em Escorpião

A noite de sábado para domingo traz a Lua Cheia - para ser exacta, domingo de manhã às 04.35h.
Com o Sol no signo de Touro, a Lua aparecerá cheia no signo de Escorpião.

Touro, signo ligado à Terra. (by Josephine Wall)
Cada vez mais somos confrontados com a necessidade de haver Amor em todos os relacionamentos, bem como a Luz do entendimento e da verdade. A nossa consciência precisa - porque percebemos já que os conflictos, problemas e crises, não se resolvem inventando coisas com a nossa mente (racionalidade). Porquê? Porque este método só sublinha e reforça a separação e a dualidade. Precisamos de voltar a sentir-nos unidos.
Estar em União com Tudo-que-É (que pode ser conhecidos por outros nomes, como o Divino, a Natureza, o Criador, Spirit...) A Unidade é um sentimento, uma sensação que as coisas estão certas.
É sentir que as coisas têm um direcção, uma razão de ser. Uma sensação de pertencer, de fazer parte, de ter valor e ser valorizado. É algo que tem lugar no coração, e acontece quando integramos na nossa vida, todos os dias, as forças e energias da luz e do amor. A Luz está disponível, em abundância, bem como o Amor. Existe. Mas é à nós, seres humanos, de realizar a transformação e permitir que o nosso coração recebe a Luz e o Amor disponível, para poder começar a pensar a partir do coração. A transformação que tem lugar quando abrimos mão da primazia da razão cerebral para começar a agir com a razão do coração, chamamos o processo de ascensão.

Para que a situação na Terra muda, é preciso que se atinge uma "massa crítica" , um certo número de pessoas que pensam a partir do coração, a partir da União e Unidade. Quando se atinge a "massa crítica" a Humanidade pode fazer colectivamente o salto da ascensão - seja consciente ou inconscientemente. Constantemente somos estimulados pelos Seres de Luz para aumentar a frequência da energia do amor e da luz, para que se atinge este "ponto sem retorno"!
Ao mesmo tempo, negatividade antiga, acumulada durante muitas vidas,  e muitos anos nesta vida, tem a oportunidade de saír das sombras, de se mostrar. Se isso acontece, a nossa consciência pode olhar para ver o que estava escondida - para  o nosso alívio e cura.
Precisamos de Luz (ou seja, uma visão clara a partir do entendimento que somos todos um só grande conjunto) para poder criar um futuro pacífico e sustentável. Precisamos de Amor (ou seja, o desejo que o outro possa ser feliz, só porque o outro é quem é, uma parte do grande conjunto) para poder viver conscientemente em união com todos os outros e toda a criação.
A energia do Touro está muito ligado ao olho: "Vejo, e quando o Olho está aberto,  Tudo É Luz". O  Olho do Touro é o terceiro olho do ser humano, bem aberto, que nos mostra os objectivos e a finalidade do Grande Plano Divino. O olho que vê através das aparências o fundo das coisas e a união entre tudo. O Sol em Touro convide para abrir o Olho. Convida para permitir que a Luz entre e ilumine as nossas escolhas, bem como a nossa procura dos valores espirituais da vida. Muito virado para uma abordagem pragmática e directa e algo dominado pelo desejo, Touro pede para confiar em  nós próprios enquanto fazemos a ponte para o signo oposto, Escorpião. Escorpião é por excelência o signo que lida com a dualidade, com as emoções e o instinto (conceitos ligados à dualidade e à separação) em oposição aos sentimentos e intuição (conceitos acessíveis através da união com o outro e o Todo). Escorpião precisa de aprender exprimir a sua intimidade, encarar os seus medos, paixões e o seu veneno antes que ele próprio sucumbe dos efeitos. Escorpião pode aprender isso mesmo, abrindo o Olho e sentindo que faz parte do Todo, que não precisa de se defender contra o outro mas sim, que pode ver e entender.

Vale de Wesak
No momento exacto da Lua Cheia em Touro, é celebrado a cerimónia de Wesak. Já foi referido o significado desta cerimónia em posts anterior (lua de maio, ou compaixão e sabedoria).
A Lua Cheia de Wesak pode ser um ponto alto de inspiração, momento para sentir em pleno as bênçãos disponíveis para o mundo. Festejamos o nascimento e a Iluminação do Buda. Sabendo de cada um de nós traz em si a natureza de Buda, podemos sentir como é - nascer e ficar Iluminado.

A celebração /meditação da Lua Cheia de Wesak terá lugar no

Sábado, 5 de Maio, às 20.00h no Cromeleque dos Almendres, Guadalupe, Évora.
Para a cerimónia no Cromeleque, é costume trazer uma oferenda em agradecimento ao sítio: um pau de incenso, um pouco de água, uma pedrinha, uma flor, ou o que achar adequada para exprimir a gratidão.
A participação na cerimónia é por donativo.
Estão todos bem-vindos!  


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...