Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Olhar para o espelho. Lua Cheia em Caranguejo - Sol em Capricornio.

No período do Solstício o nosso sistema solar passou por um alinhamento com o centro da galáxia a que pertence. O sistema solar entrou assim em "novo" terreno, uma nova era começou. O que nos rodeia parece o mesmo, embora haja uma nova energia que flui para a Terra, e que vai mudar tudo. O que pertence ao mundo tal como conhecíamos, perderá a sua força. O que pertence à nova era ganhará força, e progressivamente vamos perceber do novo paradigma em que vivemos.

“Moon River,” by Marion Bradshaw 
 Ainda não passou uma semana desde o Solstício e as noites ainda são as mais compridas e escuras do ano. A Lua Cheia da noite de 28 de Dezembro (hora exacta: 10.22h em Portugal) estará muito tempo visível; teremos muito tempo para olhar para o espelho do nosso Eu Superior na superfície luminosa da Lua.

A Lua está em Caranguejo, e veio sublinhar ainda mais  que é agora altura de ver e aceitar quem somos. Encarar as questões de fundo é o primeiro passo para asegurar que a nossa viagem da nova era, que agora se inicia, será bem-aventurada.
As Luas Cheias sempre nos dão oportunidade de purificar e equilibrar, de libertar energias que perturbem a nossa Alma. Mas agora, a Lua em Caranguejo - oposta ao Sol em Capricórnio - estará de tal maneira posicionada que funciona como um pivot na séries de quadraturas entre Plutão e Urano. Já se falou aqui que esta conjuntura indica um processo de transformação colectiva profunda. Hoje podemos olhar para a Lua e ver como estamos, neste ponto de viragem!
E, agora honestamente, como estamos? Como olhamos para nós? Como valorizamos a nós? Há ainda pontos de vista que podemos/devemos mudar? Há ainda padrões emocionais que influenciam as nossas reacções e comportamentos?
A percepção de nós, a maneira como nós olhamos para nos próprios, é essencial se quisermos fazer algum progresso no nosso crescimento, na felicidade e satisfação com a vida. Uma vez que começamos a ver, entender e aceitar de onde viemos e quem realmente somos, podemos começar a filtrar os acontecimentos da vida e descobrir as questões de fundo que originaram as condições que enfrentamos.
Sem descobrir as questões de fundo, ficamos a andar em círculos, esperando chegar à causa do nosso sofrimento para poder resolver o assunto... sem nunca encontrar a resposta.


Capricórnio é um signo de iniciação. Neste caso poderá ser uma experiência profunda da nossa própria energia, da nossa própria existência. Podemos encontrar-nos no "topo da montanha", banhados na Luz da Fonte... para virar-nos e ver o Mundo à nossa frente. A iniciação poderá ser o momento em que realizamos que temos que virar-nos, não para cima, para caminhar para a Luz, mas para o mundo, onde há ainda desarmonia e que precisa da nossa presença.



A celebração /meditação da Lua Cheia terá lugar na
sextas feira, 28 de Dezembro, às 18.00h no Cromeleque dos Almendres, Guadalupe, Évora.


Para a cerimónia no Cromeleque, é costume trazer uma oferenda em agradecimento ao sítio: um pau de incenso, um pouco de água, uma pedrinha, uma flor, ou o que achar adequada para exprimir a gratidão.
A participação na cerimónia é por donativo.
Estão todos bem-vindos!  




 Mais info em: planetwaves

 

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

SOMOS... almas cuja essência é a perfeição

Depois da mudança energética do Solstício do Inverno, começa-se a sentir que os dias aumentam. Algo está diferente... formou-se uma certeza profunda  que estamos mais perto do nosso destino. Estamos mais perto de realizar a razão pelo que viemos à Terra: viver do coração e mostrar que somos feitos de Luz, que somos Divinos por natureza.

Agora como sempre, é altura de tomar consciência que "Não há caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho..." Agora mais do que antes, a energia do Universo diz-nos: "Estás no sitio certo, tens tudo o que precisas...aqui e agora."
A aceitação é por vezes difícil, mas é altura de tomar consciência que podemos encarar a nossa grandeza, com a humildade de quem veio para a Terra para servir o conjunto, e contribuir para o bem-estar da sociedade. Fomos criados como Seres de Luz!

Citando Nelson Mandela:

O nosso medo mais profundo não é o de sermos inadequados. O nosso medo mais profundo é que somos poderosos além de qualquer medida. É a nossa luz, não a nossa escuridão, que mais nos assusta.

Nós nos perguntamos: Quem sou eu para ser brilhante, maravilhoso, talentoso e fabuloso? Na verdade, quem é que não é? Fazer-se pequeno não serve ao mundo. Não há nada de iluminado em se encolher, para que outras pessoas não se sintam inseguros ao seu redor.

Nascemos para manifestar a glória que está dentro de nós. Não é apenas em alguns de nós, está em todos. E conforme deixamos a nossa própria luz brilhar,  damos
às outras pessoas, inconscientemente, permissão
  para fazer o mesmo. E conforme nós nos libertamos do nosso medo, a nossa presença, automaticamente, liberta os outros.

Nelson Mandela, Discurso Inaugural 1994


Por tudo isso, transcrevo hoje uma oração / meditação que visa afirmar que o nosso valor intrínseco é simplesmente, o facto que somos. A mim, ajuda-me lembrar que não é preciso esforçar me para ser mais do que sou. Que posso deixar de querer, para simplesmente ser, e sentir que está certo assim.

Return to Greatness  by Mario Duguay

Sou a perfeição da criação Divina, sou uma criação da perfeição Divina.
Não há nada que alguém possa fazer ou dizer que pode mudar 
o facto de que a essência de Quem Sou, é a perfeição absoluta.

Eu nasci perfeito e a vida é perfeita, simplesmente porque eu sou em essência 
feita do mesmo tecido que o Criador Cósmico, 
 que tudo criou a partir do Amor Todo-Abrangente.
Tudo o que acontece, acontece para me dar a oportunidade
de mostrar quem Sou.

Aceito quem sou, e sou fiel nos actos e pensamentos, a quem Sou.

Quando estou nesse estado de perfeito alinhamento comigo, e aceitando e reconhecendo quem eu sou, tudo o que vem através de mim, todos os meus sentimentos, pensamentos, actos e palavras - faladas ou escritas não podem ser senão uma expressão perfeita do meu coração.

Eu sou uma alma
Uma centelha divina do Infinito
Que deu origem a este universo.
Lembro-me de Quem eu sou
e sirvo o propósito maior da Vida
em União com tudo o que é.

Eu vim aqui com muitas outras almas
para assistir na expansão da Luz
neste planeta Terra viva.
Aceito que o Amor
Seja a orientação da minha vida
e deixo brilhar o brilho do Amor a cada momento.

Eu sou uma alma
e o único propósito de minha existência
é ser Tudo o que Sou.

Assim É.
 
Hubble Space Telescope. "Portal to the Universe"



Thanks to Jean Hudon for his inspiration

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Ascensão: aceitar o Ser que Somos

No workshop "Ascenção" - sábado dia 8 de Dezembro, em Évora - vamos explorar o nosso potencial de Energia Divina.
Entendemos com Energia Divina, a nossa própria energia original e única. É uma força que não vem de fora para dentro, mas que trazemos dentro de nós, sempre... é o nosso Ser, que se encontra normalmente tapado por uma capa mental e emocional, criada ao longo da vida. As experiências do passado que deixaram sequelas; a imagem que criamos de nós baseada na maneira que o outro nos olha e julga; os comportamentos que copiamos ou desenvolvemos para responder a expectativas, interiores ou exteriores... atrás disso tudo há um Ser puro com uma Luz própria.
Para poder descobrir a energia original e única da nossa Alma, precisamos de ir além desta capa emocional e mental.  Por um lado, o caminho leva a uma cura e purificação  das feridas do passado individual. Por outro lado, é preciso reconhecer que as nossas experiências e aprendizagens não só dizem respeito a nossa Alma individual. Também passamos por processos em que transformamos padrões energéticos e de comportamento, que pertencem à família e que passam de geração em geração. Isto inclui também as nossas vidas passadas.

Golden Whales by Rainbow Pilgrim
No período que precede a viragem energética do 21-12-12, temos a oportunidade de tomar consciência do nosso lugar no grande conjunto - percebendo igualmente que temos um valor intrínseco, que vai além da nossa incarnação física e biológica. Cada Alma tem um lugar no Universo, como se fosse uma célula do corpo divino. Nascemos num ambiente específico para poder percorrer as aprendizagens individuais, mas funcionamos como estrelas numa constelação!
Dentro do nosso corpo, que é um espelho do cosmos, existem células estaminais que trazem o registo de quem Somos, o registo da nossa energia original. A partir destas células podemos reconstruir todos os sistemas. Os órgãos e todas as funções corporais podem ser re-activados a partir das células estaminais, para re-estabelecer o funcionamento original e harmonioso.

No workshop vamos à procura das células estaminais. Para curar o karma familiar e de vidas passadas, vamos elaborar um Healing Code (Código de Cura) pessoal e individual, adaptado às necessidades de cada participante. A auto-cura que resulta da aplicação do código, libertará os sistemas de karma transferido pela família... o que terá efeito sobre todos que dentro da família enfrentam a mesma problemática.

Workshop: Ascensão
Facilitadoras: Lucia Hulman e Rietske van Raay
Data: 8 de Dezembro de 2012 das 14.30h às 18.30h
25€ (reais dificuldades financeiras não são impedimento para a participação, fala connosco)
local: Associação Oficina da Comunicação
Largo Dr. Mário Chicó, 7
Évora

inscrições: contactar o cavalo-de-vento

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...