Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Ano 1 depois do fim do calendário - ano da Serpente de Água

Por altura do Solstício do ano 2012, o ciclo do calendário Maia chegou ao fim...

E agora estamos no primeiro ano. Na Lua Nova de 10-11 de Fevereiro, começa o ano lunar, que decorrerá sob os signo da Serpente, no seu aspecto da Serpente de Água - signo muito adequado para um novo início!

Após o ano do Dragão, o Ano da Serpente. A Serpente aparece como o espelho Yin (feminino) para contrabalançar o Yang do Dragão. Ambos os signos representam tanto a água como o fogo - o que em si encerra tensões - mas este ano a ênfase muda para a água. A Serpente é um signo sábio e misterioso, cheio de segredos não pronunciados. É tão irresistível que todos que se encontram na sua presença, podem ficar sob o seu encanto.

Ouroboros - signo da infinidade
O simbolismo da Serpente é conhecido também nas culturas occidentais. Lembramos do Ouroboros, símbolo ancestral, que mostra uma serpente que come a sua própria cauda. O nome vem do grego antigo (oura) que significa cauda; (boros) significa comer, então é "aquele que como a cauda". Ouroboros representa a renovação cíclico e perpétuo; a infinidade; o conceito da eternidade e retorno eterno - e representa o ciclo da vida, da morte e do renascimento, que leva à imortalidade.

A Serpente, sábia, feminina, que se renova a si própria, traz para 2013 a promessa de criatividade, dos negócios hábeis e de encontrar todas as potencialidades. Um voltar para a essência; a libertação de tudo que já não funciona ou que contraria - tal como a serpente se liberta da sua pele velha para poder crescer, numa nova forma acolhida como a mais adequada para a consciência expandida.

A Serpente também está ligada à medicina. Na medicina tradicional chinesa, em forma de medicamentos, mas também na medicina occidental, que se revê na vara de esculápio, simbolo de saúde, medicina e cura. Na sua origem, também a medicina occidental tinha um carácter holístico. Com o decorrer dos tempos, uma visão diferente foi se impondo, em que a separação de Corpo, Mente e Cosmos foi cada vez mais absoluto.
Mas agora o ano da Serpente traz um corrente que se tornará mais e mais visível e um período de transformação inicia. Visões novas sobre a sociedade, a economia e a medicina surgem subtilmente, e vão poder estimular o regresso de uma perspectiva mais ampla, mais holística e mais feminina. A ligação entre mente-corpo-cosmos será confirmada e melhor entendida. A sabedoria antiga da União pode voltar.

O Ano de Serpente pode ser imprevisível, com acontecimentos dramáticos, mas também misterioso e hipnótico: as convicções e preconceitos mentais podem ser alterados sob o encanto do olhar penetrante da Serpente. Individualidade, competição, estatuto social e poder, vão dar lugar a uma experiência colectiva, intercâmbio, colaboração, vivência de alma e coração, e o Grande Conjunto como ponto de partida da construção do nosso mundo.


Assim, o Ano da Serpente é um início digno da Nova Era, tal como as profecias dos Maias nos tinham anunciadas: a Era da União com o Tudo Que É , pode começar.








Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...