Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

domingo, 17 de março de 2013

Equinócio da Primavera: Celebração do Início da Vida

Em Dezembro de 2012, o nosso sistema solar passou por um alinhamento com o centro da galáxia a que pertence. O sistema solar entrou assim em "novo" terreno, uma era diferente começou. A Terra parece a mesma, fisicamente, no entanto estamos imersos numa nova energia que flui para a Terra.  Desde o Solstício de Inverno (21-12-2012) , estivemos sob a influência de forças muito além das vindo dos planetas do nosso sistema solar, e progressivamente enfrentamos o novo paradigma em que vivemos.

Desde o Solstício do Inverno, temos acesso à chamada "ascensão" - um estado de consciência em que a nossa Alma Superior forma uma união com o corpo e a mente. É um estado em que podemos usufruir em pleno de todos os talentos e capacidades do nosso Ser, incluindo a capacidade da Criação, que até há bem pouco tempo foi considerada um exclusivo divino.
Passamos do tempo em que lidamos com a realidade tal como nos era apresentada, para um tempo em que tomamos consciência que somos nós que podemos criar a realidade.
Passou o tempo em que procurámos a nossa identidade como se fosse um efeito do passado. Entramos na era em que as portas estão abertas à criação de quem somos, aqui e agora.

Na verdade, é um conceito completamente novo do nosso papel como seres humanos. É uma evolução que talvez pode ser comparada à altura em que os peixes saíram da água para começar a viver em terra firme!
Dois aspectos fundamentais desta mudança de paradigma merecem a nossa atenção: a necessidade de libertarmos do passado e a descoberta de onde estamos agora.
Para que a nossa evolução segue o seu percurso natural, é preciso libertar-nos dos conceitos ligados à energia do passado. Os comportamentos e pensamentos que aprendemos e repetimos no passado, como uma estratégia de sobrevivência, não nos servem no mundo de hoje. O que aprendemos num mundo em que nos ensinaram que era preciso defender-nos, preparar-nos para enfrentar a concorrência, serviu num mundo dividido entre "nós" e "os outros". Mas avançamos para uma era em que apercebemos que esta divisão é ilusório. Somos todos aspectos da grande União - somos UM.
Agora mais do que nunca, precisamos de nos interrogar o que está por detrás das nossas palavras e dos nossos gestos. O que é, que, nos move? O que queremos criar? Qual é a nossa Visão? Qual é a narrativa em que gostaríamos de ter um papel?
Desde o Solstício, tudo parece acontecer numa velocidade acelerada. Dá a sensação que uma revolução está em curso... A receita para atravessar este período de adaptação à nova energia universal, inclui com certeza uma grande medida de paciência connosco, uma mão-cheia de perdão, uma boa dose de compaixão, e uma pitada de humor!


Quando tomamos consciência que toda a bagagem do passado é pouco útil para o meio em que vivemos agora, estamos prontos para podermos perceber o ambiente em que vivemos agora. Com a mente aberta, em atenção plena para o momento, a graça da Mãe Terra envolve-nos como um banho de imersão, omnipresente, ligando todos os elementos, sustentando a nossa existência e permitindo a nossa expressão em forma biológica. Ela está em todo o lado - caminhamos e fluímos no seu campo gravitacional, elevados e acariciados pela sua canção, o som da natureza. Na medida que nos familiarizamos com a União que existe neste campo energético, teremos acesso à força da Criação...

No Equinócio da Primavera, no dia 20 de Março, celebramos a nossa ligação à Natureza e o início deste ciclo de Criação. Celebramos o volver das estações, a mudança contínua da Vida que nos permite renascer após cada período escuro do Inverno. Saímos da era do medo e da concorrência, para entrar na era do amor e da colaboração.

O momento do Equinócio é especial: dia e noite têm a mesma duração, o Sol nasce exactamente a Leste e põe-se com precisão no Oeste. É a altura por excelência para nos orientarmos, dá para perceber o equilíbrio do momento. Agora, neste Equinócio, é altura de reconhecer que estamos a fazer o salto quântico na nossa evolução - tomamos consciência que somos UM, para assim perceber que quando servimos o bem comum, e o bem superior de todos, nós também ficaremos bem. 

Vamos nos reunir na quarta feira, dia 20 de Março, no Cromeleque dos Almendres em Guadalupe, Évora.
A meditação começa às 6.20h de manhã, a cerimónia inicia-se um pouco mais tarde, ao nascer do Sol.

Para a cerimónia no Cromeleque, é costume trazer uma oferenda em agradecimento ao sítio: um pau de incenso, um pouco de água, uma pedrinha, uma flor, ou o que achar adequado para exprimir a gratidão.
A participação na cerimónia é por donativo.
Estão todos bem-vindos!  

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...