Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Lua Cheia em Carneiro: Abrir caminho para a mudança

Às 05.23h de manhã do dia 16 de Outubro a Terra se encontrará alinhada entre Lua e Sol. O Sol estará em Balança e a Lua, cheia, em Carneiro. Será uma "super-lua" , visto que estará mais perto da Terra e por isso parece ser muito maior do que normalmente.
Em termos energéticos, a Lua Cheia é sempre um amplificador das emoções e dos aspectos normalmente ocultos. E o signo em que ela aparece é um guia para a interpretação dos sentimentos...

Estando a Lua em Carneiro, primeiro signo do Zodiaco, a nossa individualidade é sublinhado.
Carneiro traz a energia do pioneiro, da individualidade, do ego pessoal - é uma energia da entrada com força: "atenção que cheguei agora". Relaciona-se com o primeiro chakra - o levantar do chão, o manifestar quem és; dizer que sim, aceito essa incarnação física. É altura de aceitar o corpo e a sua força.
A Lua Cheia ilumina o que está normalmente oculto, e aquilo é sentido como força de opressão ou de limitação da força individual, pode explodir agora. O Carneiro acordará a paixão e força de vontade para que a mudança possa acontecer!

A energia deste fim de semana oferece por excelência uma oportunidade para activar o plano maior desta vida, desta incarnação. O tema é conquistar a independência, o deitar abaixo das limitações, a necessidade de sentir um propósito individual.

Haverá uma onda energética particularmente forte que nos assiste neste processo. É claro que a energia por si só não é boa ou má - o efeito depende daquilo que fazemos com tudo que está ao nosso dispor. E o que fazemos depende das nossas intenções - aquelas que fazemos conscientemente, que declaramos ter; mas também aquelas que temos inconscientemente. A Lua vai dar força àquilo que está oculto...
Se sentir que está obrigado, forçado ou limitado, tenha consciência o que é e de onde vem, porque  a sensação de ser obrigado tem origem no ego "inferior" e é sinal que há um desvio do caminho da alma.
Onde encontrarás a alegria da vida? Como alimentar a alma? São perguntas que podem levar a uma viragem profunda! Ainda mais porque haverá um aspecto caótico a toda aquela energia que nos chega.

O caos pode chegar em forma de mudança súbita de planos, oportunidades não previstas, conflitos que chegam a uma erupção espontânea.
Podemos aproveitar a energia do caos  para fazer as mudanças que o caminho da nossa alma requer. Mas para isso é preciso ter discernimento; atitudes impulsivos, instintivos ou baseados na aversão e medo, acabam por ser contraproducentes. Não resistes à mudança , aceita o fluir da vida - todas as mudanças podem ser uma bênção. O nosso livre arbítrio também consiste em escolher a perspectiva com que olhamos a vida: aceitamos a mudança ou lutamos contra ela?

A meditação da Lua Cheia vai focar o aspecto da escolha: Escolho o caminho do coração - ou escolho o caminho da aversão? O tempo em que vivemos oferece-nos uma panóplia de medos a que podemos responder com mais medo. Em alternativa podemos ouvir o coração, e unir-nos para sentir força para fazer as mudanças que trazem paz e liberdade para todos.

Meditação da Lua Cheia
15 de Outubro, 18.30h, Cromeleque dos Almendres, Guadalupe, Évora



Para a cerimónia no Cromeleque, é costume trazer uma oferenda em agradecimento ao sítio: um pau de incenso, um pouco de água, uma pedrinha, uma flor, ou o que achar adequada para exprimir a gratidão.
A participação na cerimónia é por donativo.

Estão todos bem-vindos!





Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...