Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Natal

Em todo o lado, o "espírito de Natal" se impõe. Luzes, decorações a branco, vermelho e verde, douradas ou prateadas. Neve. Presentes. As ruas enchem-se de música alegre, com crianças a desejar em coro um bom natal a todos. É altura de desejar que haja Paz na terra para os homens de boa vontade.

Como disse Milôr Fernandes, isto é paz para muito poucos.

Corremos o risco de tornamos cínicos quando vemos como o marketing da época pinta a ilusão da felicidade que se obtém ao comprar e consumir. É felicidade para quem a consegue comprar.
Entre o barulho das luzes, há às vezes uma abertura e sentimos que há um verdadeiro espírito de Natal por aí: as pessoas lembram-se dos que pouco têm; partilham, doam, e compram presentes "solidários".
É a altura do ano em que tomamos consciência dos laços que nos unem - não só aos familiares e amigos, mas também a quem sofre, a quem tem necessidades, a quem está só.

Isso lembra-nos que o Natal também é altura de renovar a fé. Fé que o Sol volta a brilhar, que os dias se tornarão mais compridos e quentes; fé que o ano que vem vai trazer mais prosperidade, mais partilha, mais companheirismo, mais fraternidade.

Nos tempos que vivemos, em que a violência invade as nossas vidas, em que um grupo pequeno de privilegiados partilha o poder sobre muitos e poucos enriquecem à custa de muitos, precisamos de nos lembrar que estamos todos juntos nisso.
Agora, nas noites mas escuras do ano, é bom lembrar que todos juntos podemos criar outra versão do mundo, aqui e agora: um mundo em que olhamos para o outro como o nosso igual; um mundo em que desejamos o mesmo para os outros que desejamos para nós.

Um mundo em que a vulnerabilidade não é fraqueza mas sim, sinal de humanidade e razão para compaixão. Um mundo em que "o outro" não é o inimigo mas sim, um ser humano como nós, o nosso irmão, à procura de uma saída do seu sofrimento, tal como cada um de nós.
É isso que desejo do coração: que neste natal podemos fazer renascer a fé na bondade das pessoas comuns, fé no Ser Humano.


Feliz Natal. Que haja Paz nos corações.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...