Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Losar 2017: início do ano do Passaro de Fogo

No dia 27 de Fevereiro os Tibetanos celebram Losar - o início de um novo ano lunar e o início de um novo ciclo, agora sob o signo do Pássaro de Fogo.
O calendário tibetano é lunar-solar, o que significa que é calculado tendo em conta os fenómenos astronómicos. O ano começa e termina sempre numa lua nova. Este é um sistema semelhante ao dos chineses, hindus e babilónios antigos.

Os tibetanos usam energias e qualidades para distinguir o carácter dos diferentes anos. Eles combinam 12 sinais animais (rato, boi, tigre, coelho, dragão, cobra, cavalo, ovelha, macaco, pássaro, cão e porco) com os cinco elementos (madeira, fogo, terra, metal e água).

A astrologia tibetana diz sobre o Pássaro de Fogo que é um animal tenaz, determinado, preparado para um trabalho árduo – mas impulsivo e de cabeça quente. Tal como as pessoas mais fogosas, o Pássaro de Fogo adora comunicar, o que significa para o ano que começa, maior envolvimento na comunidade e socialização.
Será um ano em que podemos aproximar-nos de uma maneira construtiva, criando algo maior em conjunto do que seriamos capazes sozinhos. Um ano de trabalho, disciplina, vigilância e coragem em que podemos crescer para atingir o auge das nossas capacidades – mas haverá tempo para ligeireza: vamos ser lembrados da necessidade de abrir espaço para brincar e desfrutar.
Fogo é destrutivo, mas ao arder também alimenta a criação. Haverá neste ano o calor para equilibrar a agressão e dureza que pode surgir quando avançamos na mudança. Podemos construir uma rede de apoio, mãos que se juntam para trabalhar e construir e realizar as ambições. 

O Pássaro de Fogo vem quando é preciso! Nestes tempos, a Terra e todos os seus habitantes estão a ser confrontados com uma vaga de ódio, rejeição, medo. Egocentrismo, nacionalismo, fobias a tudo que é diferente em cor, religião, opções de vida - são tendências omnipresentes. Os acontecimentos mundiais provocam reacções fervorosas, fazendo que as pessoas se mostram disponíveis em lutar para as suas convicções.
Ao mesmo tempo, vemos que cada vez mais pessoas acordam para a necessidade de se juntar para o bem de todos. 
É conhecido a força que pode emanar de um grupo que estabelece uma intenção em conjunto. Temos esta liberdade! Podemos, em conjunto com a energia do Pássaro de Fogo, estabelecer uma intenção compassiva e consciente.
Podemos empenhar-nos em ultrapassar a distância: ver o outro como um irmão, alguém que tal como nós procura cumprir o seu destino, procura preencher o vazio interior, procura a felicidade.
Podemos transformar as boas intenções em acções nas nossas comunidades locais: estimular o entre-ajuda, plantar árvores e flores, organizar o encontro entre gerações, criar um ambiente seguro em que as crianças podem aprender com o cérebro, o coração e a criatividae e crescer para ser adultos felizes.
Podemos juntar-nos e escolher uma via diferente. Desejo a todos um bom ano do Passaro-de-Fogo.

1 comentário:

  1. Obrigada pelas suas palavras esclarecedoras e inspiradoras. Um Bom Ano do Pássaro de Fogo também para si!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...