Cada um de nós tem uma chave para a sabedoria universal dentro de si. Abrindo o coração, entrando no silêncio, podemos aceder ao conhecimento que o vento murmura.

Apresentação

O meu nome é Rietske van Raay, nasci na Holanda e vivo em Portugal desde 1992. Sendo de formação dramaturga, exerci em Portugal a docência na área de documentarismo, e trabalho ainda em part-time como guionista e editora de documentários. Sou casada e tenho dois filhos.
Após um periódo de doença física, que me obrigou a uma pausa mais ou menos prolongada na minha vida profissional, ficou claro que a vida tal como a tinha encarada até aquele momento, não tinha resultada numa situação de felicidade, saúde e realização pessoal. Aí iniciou-se uma busca espiritual, a procura de um significado atrás da sequência de acontecimentos que parecia compôr a minha vida.
À procura do fio condutor, o meu caminho levou-me da mística cristã ao budismo, passando por técnicas como a respiração Hara, a meditação transcendental, o xamanismo norte-americano, maori e sibérico, a meditação budista.
Todos os mestres de que recebi ensinamentos, e que me acompanharam nas iniciações, centraram a sua atenção num ponto: nós, que nos encaramos como individuais, somos na verdade partes indissociáveis do Todo que nos envolve – fazemos parte de um Corpo Maior. Partilhamos todos a mesma Fonte, de onde tudo veio.
Gradualmente, foi-se desvendando o caminho de volta para uma harmonia espiritual, base para uma vida feliz e uma boa saúde física. Conceitos-chave neste processo são sem dúvida a Luz Universal, a Compaixão e o Amor Incondicional. Com os sons e os cristais, foi-me mostrado como acompanhar outros no seu caminho de volta para a sua própria harmonia e sincronia com o Todo envolvente, à descoberta da sua força interior, que depois pode ser aplicada para se curar física e espiritualmente.



Contactando e estabelecendo ligação entro o Mundo de Cima, 
o Mundo de Baixo e o Mundo do Meio no
Cromeleque dos Almendres

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...